Blog-Acqua-Stealthing-Nov17

Stealthing: prática sexual considerada agressão

Você já ouviu falar de stealthing? A palavra, em inglês, significa ‘dissimulação’ e indica quando o homem tira a camisinha do pênis durante a relação sexual sem que a parceira note isso. Se você passou por isso, saiba que é um abuso e uma prática ilegal.

A prática é bem comum entre os jovens, apesar de muitos não saberem que o ato já repercute e tem graves consequências. Muitas mulheres não se dão conta de que foram abusadas e alguns homens acham que têm o direito de praticar o stealthing. Há quem, até mesmo, dê dicas na internet de como remover a camisinha sem a parceira notar.

Tal prática apenas fortalece a crença de que o homem tem supremacia sexual e que não está fazendo nada de errado.

O Stealthing também acontece com os homens?

Apesar da grande maioria dos relatos ser de mulheres, existe casos de homem homossexuais que também sofreram tal abuso.

O artigo de Alexandra Brodsky, publicado no periódico Columbia Journal of Gender and Law, traz à tona esse tema, bem como a existência de relatos masculinos quanto ao stealthing.

Consequências do abuso

Além de ser uma prática não consensual, o stelthing pode gerar gravidez indesejada ou fazer com que a parceira contraia doenças após o ato. Além disso, há um trauma intrínseco ao ato.

A prática não é enquadrada como estupro em muitos lugares, mas, na Europa ela já é punida pela justiça. Um caso na Suíça, em 2016, condenou um homem por estupro por tirar o preservativo durante o ato sexual. O argumento usado pela vítima era que, caso ela soubesse que ele faria isso, não teria aceitado fazer sexo.

Caso isso aconteça com você, procure ajuda imediatamente e denuncie o ato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *