02_dicas

8 dicas de como melhorar uma relação desgastada

Relações podem se desgastar sem que o amor diminua. Independente de algo ter acontecido, que quebrou o vínculo entre vocês, ou não, o desgaste é algo comum quando se convive muito com o outro. Nem sempre isso significa fim do relacionamento, mas sim um momento para reavivar o sentimento que existe entre vocês. Confira 8 dicas para melhorar uma relação desgastada:

1 – Não fortaleça o afastamento

Quando acontece algum desentendimento é normal que haja um afastamento entre o casal. A questão é que, se isso acontece com muita recorrência, o afastamento físico entre vocês se torna mais intenso e a intimidade diminui. Isso contribui para que vocês percam ainda mais o vínculo. Por isso, não permita que esses momentos se prolonguem.

2 – Tenha uma conversa franca

Esclarecer todas as pendências é a melhor forma de melhorar as coisas. Por vezes, deixamos de lado situações que nos incomodam para não gerar conflitos, porém, com isso guardamos muitos sentimentos e, em algum momento, uma gota d’agua faz o copo transbordar. Desse modo, não deixe de esclarecer o que te incomoda na relação.

3 – Enalteça os pontos positivos do (a) parceiro (a)

Sabe aquelas qualidades que fizeram você se encantar pelo seu amor? Enalteça-as! Com sinceridade, elogie o que o (a) seu (a) parceiro (a) tem de positivo e demonstre que admira verdadeiramente.

4 – Fale o que te incomoda

Nem sempre nossas tristezas e silêncios tem a ver com o parceiro. Pode ser que outras questões te angustiem e, caso você não fale, a pessoa pode achar que tem relação com ela. Conte o que você sente e quem sabe juntos vocês possam resolver o problema.

5 – Reserve momentos a dois

Guarde um momento para vocês dois pelo menos uma vez por semana. Pode ser para sair para jantar, assistir filmes ou só jogar conversa fora, não importa. O que vocês precisam é manter a intimidade e chama do amor acesa.

Coloque as dicas em prática se você crê que o relacionamento vale a pena e não se esqueça de trazer o seu amor para o Acqua Motel!

Card2

Leia Mais

01_swing

Swing: que tal?

Existem inúmeras casas de swing para conhecer caso você tenha vontade. Mas nem todos sabem como elas funcionam, tampouco, que existem algumas regras a serem cumpridas para participar do rolê sem ser expulso.

Conheça algumas questões importantes no swing e descubra se você quer ou não participar de um.

Casas de Swing

Sim, as casas de swing têm algumas regras que precisam ser obedecidas à risca. Você não pode usar nenhum item eletrônico, é proibido. Em geram parece com uma balada, com pista de dança, luz negra, barras de pole dance e muito mais.

Os ambientes onde tudo acontece normalmente são mais escondidos. Outros lugares têm espaços maiores, mais a mostra. Nesses ambientes ocorrem as trocas de casais enquanto outras pessoas assistem.

Inúmeras opções

Muitos casais gostam de sair da rotina e frequentar essas casas, mas não necessariamente precisa ir acompanhado para lá. Existem até mesmo classificações de swing:

  • Soft Swing: não envolve penetração, mas apenas carícias, beijos ou preliminares
  • Full Swing: nesse caso, rola de tudo

Conversa e acordo

Se você quer ir com o seu parceiro e nunca fizeram isso antes, precisa rolar muita conversa: do que pode ou não ser feito, quais os limites de vocês e a possibilidade de voltar para lá ou não. Não adianta nada ir se não estiver a fim, isso só gerará brigas e, até mesmo, o fim do relacionamento.

Proteção

Como o sexo envolve muitas pessoas a proteção é ainda mais importante. Conhecer o lugar em que você vai também é importante. Pergunte para amigos confiáveis que já foram ou entre em comunidades digitais de pessoas que frequentam para você saber exatamente o terreno que está pisando.

Gostou das dicas? Em breve você confere mais aqui no blog do Acqua Motel!

Card2

Leia Mais

03_taras

5 taras sexuais inusitadas

Você pode até ter uma tara sexual um pouco difícil de realizar, mas algumas são, digamos, mais incomuns. As chamadas parafilias são atrações sexuais bem inusitadas e em alguns casos podem ser perigosas ou ilegais. Confira algumas parafilias:

1 – Agalmatofilia

Essa tara um tanto diferente se trata de sentir atração por estátuas e manequins. Com certeza não haverá retribuição desse desejo.

2 – Coprofilia

Essa é nojentinha. Trata-se da excitação sexual pelo contato com as fezes. Pode ser as suas ou do parceiro. A prática faz mal à saúde, afinal, as fezes possuem bactérias e podem transmitir diversas doenças.

3 – Timofilia

Essa parafilia é a excitação causada pela riqueza. Isso mesmo. Essas pessoas amam tocar objetos de materiais como prata, ouro ou diamante. Louco, não?

4 – Masoquismo

Uma parafilia mais conhecida, em que a pessoa se sente excitada por meio do sofrimento (seja com tapas, chicotes, estando ou não amarrado ou com vendas). Existem algumas práticas de masoquismo mais softs que empregam mais a dominação do que a dor. É importante que a pessoa que se disponha a fazer tenha plena consciência do que irá ocorrer, caso não, é abuso sexual.

5 – Espectrofilia

Sim, aqui temos a atração sexual por fantasmas, deuses e espíritos. Não tem relação com a necrofilia, mas sim com fantasias, entes imaginários.

6 – Balões

Vamos direto ao ponto: excitação por balões de látex. A pessoa pode gostar de estourar os balões ou simplesmente acariciá-los sem deixar que estourem.

Alerta: muitas parafilias podem estar relacionadas à transtornos psicológicos e configurarem crimes, como pedofilia ou frotismo (prazer em esfregar-se em outra pessoa sem o consentimento desta). Se souber de alguma prática neste sentido busque ajuda.

Card2

Leia Mais

04_pontoa

Você conhece o ponto A?

Você já ouviu falar no ponto A? O nosso corpo tem inúmeros mistérios a serem descobertos, inclusive quando o assunto é sexo. O ponto G feminino é amplamente discutido, mas outro ponto entrou nessa jogada: o A. Vamos conhecê-lo?

O Ponto A

O nome científico desse lugarzinho mágico é AFE (Anterior Fórnix Erótico) e fica bem no fundo do canal vaginal, encontrando-se com o colo do útero.

A descoberta é recente, feita nos anos 90 e não foi considerado pelos anatomistas, pois não era considerado uma parte física do corpo feminino. Ao ser tocado de maneira correta, o ponto A “liga” o orgasmo. A lubrificação vaginal aumenta, tornando o ápice da excitação ainda mais gostoso.

A área possui diversas terminações nervosas que causam mais sensibilidade. O ponto A é difícil de achar, pois a excitação faz o colo do útero se retrair em 1 ou 2 cm, o que dificulta o acesso.

Com fazer a estimulação?

Para estimular o ponto, o dedo ou o pênis devem ser introduzidos quando a mulher está em repouso e longe do ápice da excitação.

A melhor posição para o pênis chegar lá é em que ela fica com as pernas para cima, desse modo, ele não precisa ter um pênis muito grande para atingir o ponto.

Outra forma de chegar até ele é usando vibradores que são curvados para cima.

Vá com calma

Como o ponto é bem profundo, pode ser incômodo deixar que o pênis chegue lá. Por isso, só faça se você realmente estiver a fim e se não sentir dor. Vá aos poucos para ir se acostumando com ele lá, tão no fundo. Talvez você não descubra o ponto A logo de cara e isso não é um problema.

Gostou de conhecer este ponto polêmico?  Em breve, mais dicas no blog no Acqua Motel.

Card2

Leia Mais

01_dsts

5 DSTs mais comuns e como se proteger delas

Infelizmente, existem inúmeras doenças sexualmente transmissíveis e a prevenção é sempre o melhor remédio. Isso não quer dizer que quem possui alguma doença contraída sexualmente não pode viver normalmente, bem como ser devidamente tratado e medicado.

Por isso, quanto mais informação sobre o assunto tivermos, menores serão os casos de DSTs. Confira 5 doenças mais comuns de se contrair e como proteger-se.

1 – AIDS

A AIDS é a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida e o vírus é o HIV. O vírus fica no sangue, esperma, leite materno e secreção vaginal. O vírus pode demorar até 10 anos para se manifestar e, nesse período, ser transmitido para outras pessoas. Logo, é necessário fazer exames periódicos, além de usar preservativo sempre.

2 – HPV

O HPV é a sigla para o papiloma vírus humano que possui mais de 100 tipos diferentes de vírus. O HPV pode ser transmitido via oral ou sexual. Pode ocorrer de o vírus ser eliminado antes mesmo da pessoa se dar conta de que está infectada. O ideal é usar camisinha sempre, em todas as relações sexuais. Além disso, já existem vacinas que protegem as pessoas dos dois tipos de HPV que podem causar câncer no colo do útero.

3 – Gonorreia

A gonorreia é uma infecção que precisa ser tratada adequadamente, pois pode causar doença inflamatória pélvica, infertilidade e gravidez ectópica (fora do útero). Já nos homens, a gonorreia pode causar epididimite, que atinge os vasos ligados aos testículos e infertilidade. A camisinha, inclusive no sexo oral, é a melhor maneira de prevenir.

4 – Herpes

A herpes é uma erupção vermelha na região da vulva, ânus ou vagina com pequenas bolhas que doem e coçam. Pode ser transmitida pelo contato sexual e, segundo alguns estudos, passa mesmo que a pessoa não possua nenhuma lesão ativa. Por isso, camisinha sempre.

5 – Hepatite B

Transmitida sexualmente ou pelo contato com o sangue de alguém infectado. Nesse caso, além da camisinha não se deve compartilhar escova de dentes, lâminas de barbear ou alicates de unha.

Fique atento! A sua saúde deve vir em primeiro lugar. Use camisinha sempre!

Card2

Leia Mais

destaque-blog-acqua-mar18

E-book: Vamos falar sobre sexo? Tudo sobre ele e as diferentes formas de fazer

Confira mais um lançamento do Acqua Motel! Separamos neste e-book algumas das várias formas de amar (e gozar) para você saber um pouco mais sobre o assunto e colocar tudinho em prática. Sexo anal, oral, vaginal, masturbação, beijos, abraços, pegadas, mordidas… tudo isso, e muito mais, faz parte de uma experiência sexual e o importante é que ela seja prazerosa para ambos.

Confira dicas sobre masturbação, brinquedos eróticos, posições sexuais, entre outras. Mergulhe nesse universo sem preconceitos e aprenda mais sobre você e o que te dá prazer!

Coloque em prática nossas dicas e surpreenda seu (sua) parceiro(a). Aproveite esse conteúdo exclusivo!

Card2

Leia Mais

orgasmo

Tudo que você sempre quis saber sobre orgasmo feminino (e tinha vergonha de perguntar)

Muitas vezes chegar lá é um mistério para as mulheres por conta da falta de informação e desconhecimento do próprio corpo. Quanto mais você conhece como o seu corpo funciona e como sente prazer, mais chances de ter os melhores orgasmos possíveis. Além disso, o seu parceiro pode te ajudar nessa árdua tarefa e você deve expressar o que gosta (e o que não gosta) na cama.

Quantos orgasmos posso ter em uma transa?

Não há regras, cada pessoa tem um ritmo diferente, mas a realidade é que a mulher tem mais facilidade para recuperar o fôlego e ir para próxima. Coloque isso ao seu favor, pois pode te levar a orgasmos múltiplos!

Algumas mulheres têm muita dificuldade para ter orgasmos. Por quê?

A parte emocional conta muito nessa hora, assim como as culturais. A área sexual da mulher é socialmente muito reprimida o que gera, por vezes, um bloqueio. Por isso, relaxe e goze!

E ponto G existe de fato?

A opinião se divide entre os estudiosos da área, mas a realidade é que não podemos resumir o prazer feminino a uma única área, ou melhor, ponto. Por isso, não se prenda e essa questão, pois só te deixará tensa na hora da transa. Deixe que o seu parceiro estimule outras áreas que te darão prazer como clitóris, seios, coxas, bumbum e se entregue com vontade para ir às alturas!

Orgasmo vaginal e clitoriano: existe essa diferença?

Não faça essa distinção, afinal, o orgasmo ocorre quando há estímulos da região clitoriana e quando a excitação foi suficiente para fazer você chegar lá. Por isso, preliminares e outras carícias são tão importantes.

Cuide da cabeça!

Para de fato gozar você precisa deixar os pensamentos ruins de lado e se entregar sem medo para o seu parceiro. Se você não relaxar e pensar bobagens ficará mais difícil atingir um delicioso orgasmo. Por isso, deixe as amarras sociais e inseguranças da porta para fora do quarto (ou carro, escada, banheiro…) e se entregue de corpo e alma.

Venha colocar tudo isso em prática uma das suítes do Acqua Motel. Você não vai se arrepender…

ebook-kama-sutra

Leia Mais

motel

Ida ao motel: muito além do sexo

Certo, todos nós sabemos que se você vai para um motel a primeira intenção é… Transar! Mas tire a sua cabeça que a graça desse local é somente sexo (que já é muita coisa). Esqueça também aqueles ambientes meio duvidosos, extremamente retirados e com um letreiro vermelho e brega logo na entrada.

Hoje os motéis te oferecem mais do que uma cama e um espelho no teto: são verdadeiras experiências, inesquecíveis e repleta de possibilidades.

Elas podem te tirar da rotina, melhorar o seu dia e a sua relação com o seu amor.

Alta Gastronomia

A possibilidade de comer – e muito bem, obrigada, é oferecida nos melhores motéis com chefes internacionais e renomados, além de funcionamento 24 horas. Ao invés de marcar um jantar e depois a ida ao motel, escolha o segundo destino de primeira.

Suítes temáticas e envolventes

Quando falamos em uma experiência oferecida, não estamos exagerando. As suítes são encantadoras, bem decoradas e extremamente confortáveis. São feitas para você permanecer mais tempo por lá se divertindo e namorando. Além da decoração, as suítes são equipadas com jacuzzis, piscinas de hidromassagem, colchões vibroterápicos, TV, sauna e muito mais do que você possa imaginar…

Deixe o preconceito de lado

Pode ser que você cultive alguns preconceitos ligados aos motéis por conta de estereótipos ou experiências ruins. Deixe esses pensamentos de lado e se entregue a uma noite de muito amor e sexo com o seu amor. Deixe que essa experiência prazerosa tome conte de você e repita a dose sempre que puder. Seja para sair da rotina e colocar em prática novas experiências ou para exercitar o clássico, não deixe de visitar um bom motel.

Gostou das dicas? Venha para o Acqua e coloque tudo em prática!

ebook-kama-sutra

Leia Mais

atitudes-romanticas

Atitudes românticas para tornar seu relacionamento mais feliz

A felicidade em uma relação está, ao contrário do que muitos pensam, nos detalhes. O romantismo nas horas menos esperadas pode tornar o seu relacionamento mais feliz e completo, basta usar a criatividade e não deixar que o namoro/casamento/rolo caia na rotina.

Outra dica é recolocar em práticas atitudes esquecidas lá no início do relacionamento, pois talvez o (a) parceiro (a) esteja sentindo falta e você nem sabe.

Confira algumas atitudes românticas e coloque em prática as que mais combinam com você!

Converse com o seu amor

O diálogo é muito importante para manter o relacionamento bem. Quando vocês deixam de trocar ideias, experiências e desejos perde-se a conexão e recuperá-la é muito difícil. Conte sobre o seu dia, fale sobre sua família, sobre a relação de vocês e deixe a guarda aberta para que ele (a) também se expresse.

Admire, elogie e respeite quem te ama

Um relacionamento duradouro é baseado em amor, companheirismo, conexão e também em admiração. Admire e expresse esse sentimento quando o (a) seu (sua) parceiro (a) obtiver sucesso, seja profissional ou pessoal. Elogie as atitudes positivas e acima de tudo: respeite! Sem respeito a conexão entre vocês se rompe, por isso cultive tal atitude.

Mantenha a chama acesa

Não importa como: uma ida ao cinema, ou uma tarde de filme, pipoca e cobertores em casa. Uma ida a um restaurante que faça parte da história dos dois, ou um jantar romântico caseiro. Que tal uma ida ao motel com algumas horinhas só para os dois? Esses momentos reacenderão a chama entre vocês para que a relação não caia na rotina.

Faça pequenas surpresas

Uma flor, um doce que o (a) seu (sua) parceiro (a) gosta, um bilhete desejando bom dia, um eu te amo em um momento inesperado, uma mensagem no meio da tarde… São pequenas atitudes que aproximam vocês, principalmente em tempos que as rotinas são tão corridas. Não deixe de surpreender o seu amor e se deixar surpreender.

Não é nada difícil de manter o romantismo entre vocês se ambos estiverem na mesma sintonia. Faça agora mesmo uma surpresa para o seu amor e reavive o relacionamento!

 

Leia Mais

casamento

Casamento: como manter a chama acesa?

Filhos. Rotina. Anos de convívio. Esses três fatores podem levar a chama do seu casamento a ficar fraquinha, fraquinha. Mas calma, pois ainda é tempo de reacendê-la, afinal, onde há amor há solução para tudo.

A verdade é que muitos casais deixam de sê-lo para se tornarem apenas amigos ou parceiros. Isso gera frustação de ambos os lados e um convívio existente apenas por obrigação. Não deixe que isso ocorra com o seu casamento! Existem formas simples de cultivar o amor entre vocês, diariamente, construindo e mantendo uma relação de respeito.

Reserve um tempo APENAS para vocês

Um dia, uma noite ou algumas horas só para vocês, sem interrupções, sem filhos e sem celular tocando. Manter esses momentos à sós cultiva o carinho que existente um pelo outro seja com conversa, carícias ou apenas permanecer no aconchego dos braços do outro. Valorize esses momentos!

Converse olhando nos olhos

O diálogo precisa existir entre vocês, em todas as áreas da vida. Conversar sobre trabalho, família, relacionamento, desejos, planos ou sobre uma bobeira vista no feed do Facebook deixará vocês mais próximos e conectados. Mais do que falar só por falar e fingir que ouve, o casal precisa escutar o que o outro tem a dizer e ter abertura para se expressar.

Planejem momentos juntos

Uma nova lua de mel no aniversário de casamento ou em uma data aleatória… É possível que essa viagem seja o que faltava para reacender a chama entre vocês. Opte por locais paradisíacos, com clima romântico e agradável. É só deixar a criançada com alguém de segurança e #partiu. Alguns dias desligados do mundo faz muito bem ao casal.

Gratidão, reciprocidade e companheirismo

Por mais bela que seja uma viagem ou um dia a sós essa chama precisa continuar acesa em todos os momentos! Por isso, cultivem a gratidão, hajam com reciprocidade e sejam companheiros um do outro. Para além do amor ou do sexo ter alguém para dar boas risadas, contar nas horas difíceis e comemorar as vitórias é o que, de fato, mantém a chama de um casamento viva.

Venha conhecer as melhores suítes aqui no Acqua! Reserva a sua preferida e venha passar uma noite inesquecível!

Leia Mais