FotoBlog-Paquera-Assedio-AcquaMotel-Maio18-2

Aprenda a diferenciar paquera de assédio

Você sabe quando um flerte deixa de ser saudável? A cantada é um fenômeno cultural por muitos anos naturalizado e que, atualmente, tem sido motivo de muita polêmica. Ninguém está dizendo que ela precisa acabar, entretanto, é preciso discutir os seus limites.

Se determinado comportamento está incomodando a outra pessoa, isso é assédio, simples assim. É preciso aprender a diferenciar a paquera do assédio para que ninguém mais precise passar por situações constrangedoras e/ou agressivas desse tipo novamente.

“Não” é “não”

Se a pessoa já deixou claro que não tem interesse e já disse “não” para as investidas, ela não está fazendo charme e “bancando a difícil”, aceite que ela simplesmente não está a fim. Qualquer coisa que extrapole os limites estipulados pelo outro é assédio.

Seu corpo, suas regras

Quem manda no seu corpo é você, portanto, não deve aceitar nada que não queira. As relações humanas devem ser estabelecidas com base no respeito mútuo, ou seja, seu direito termina onde começa o do outro. Algumas mulheres não veem problema em um “fiu-fiu”, outras ficam ofendidas, por isso, não faça isso com quem você não conhece e não tem intimidade.

Tipos de assédio

O assédio pode ser físico ou moral, começando com um assovio e podendo chegar até ao abuso sexual. Comentários de cunho sexual em lugares públicos, olhares indiscretos e insistentes, toques indesejados, beijos roubados e xingamentos são exemplos de assédios que as mulheres, principalmente, sofrem todos os dias.

C-o-n-s-e-n-t-i-m-e-n-t-o

Essa é a palavra-chave. Não tem problema cantar alguém, o errado é fazer isso quando a atração não é recíproca e a pessoa já se mostrou desconfortável com a situação. Para paquerar de forma saudável, é preciso ler nas atitudes do outro se ele também está interessado e respeitar o seu espaço e suas vontades. Desde que ambos estejam de acordo, está tudo certo.

Paquera saudável

Não é errado puxar assunto com alguém por quem você se sentiu atraído(a), fazer um elogio. O problema surge a partir do momento em que a pessoa se mostra desconfortável: a diferença entre assédio e cantada é o efeito que o comentário ou comportamento causa. Devemos ter bom senso e jamais fazer com o outro algo que não gostaríamos que fizessem conosco ou com nossos familiares e amigos.

Se você sabe paquerar com respeito, com certeza as suas chances de aproveitar uma suíte incrível do Acqua com alguém especial são maiores!

 

banner_cta_ebook_relacionamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *